14 de fevereiro de 2012




(...) " às vezes o amor acaba como se fora melhor nunca ter existido; mas pode acabar com doçura e esperança; uma palavra, muda ou articulada, e acaba o amor; na verdade; o álcool; de manhã, de tarde, de noite; na floração excessiva da primavera; no abuso do verão; na dissonância do outono; no conforto do inverno; em todos os lugares o amor acaba; a qualquer hora o amor acaba; por qualquer motivo o amor acaba; para recomeçar em todos os lugares e a qualquer minuto o amor acaba. "  Paulo Mendes Campos 

Mas antes dele acabar tiveram os sinais...
Estes estiveram o tempo todo ali, mas a falta de tempo, atenção, percepção ou semancol não te fizeram perceber.
E depois de tudo acabou...

Um comentário:

Amanda Santos disse...

Adorei o Blog lindona, parabéns e sucesso.Dá uma passadinha no Blog tem post novo de produtinho novo e suplemento capilar.
Caso você se inscreve no Blog deixe o link do seu blog para que assim,eu possa estar retribuindo sua inscrição,te seguindo.
Blog : http://anunciosparceriasdivulgacao.blogspot.com.br/