30 de novembro de 2009

A origem do mundo e a missão dos seres humanos

"(...) A Luz e o Recipiente.
Em um dado momento a Luz, que é puro amor infinito, sentiu vontade de compartilhar todo aquele amor e criou o Recipiente, apenas para receber o que ela tinha a oferecer, em uma união perfeita.
Só que, um dia, de tanto receber amor, o
Recipiente começou a absorver as características da própria Luz e também sentiu necessidade de compartilhar.
Como a
Luz não podia receber do Recipiente, este começou a se sentir inferior e, usando de seu livre-arbítrio, se separou da Luz e criou o seu próprio mundo, finito.

Para a
Cabala esse é o momento que os cientistas definem como o Big Bang, a criação do Universo a partir de uma gigante concentração de matéria e energia em um único ponto.

Para a
Cabala, os seres humanos são descendentes diretos do Recipiente e, portanto, essencialmente recebedores.

Isso explica a imensa dificuldade de doar e compartilhar e o desejo de sempre receber. Basta observar as crianças. Antes de elas aprenderem a dividir com os amigos, são naturalmente egoístas e querem tudo para si. Faz parte da essência humana.

No fundo não há nada de errado com o fato de desejarmos bens materiais e não-materiais.
A grande questão é o propósito com que pedimos e o que fazemos com o que conquistamos.

Nosso grande desafio da matéria é aprender a transformar o egoísmo extremo que vivemos hoje - e que gera uma série de conflitos internos e externos - num ato de receber para compartilhar amor alegria, bondade, tempo, saúde e conhecimento.

Exatamente como desejava o
Recipiente, no momento em que se separou da Luz(...)"


SANT'ANA, Thays - Cabala: manual de instrução da vida. Revista Bons Fluídos, Editora Abril - dezembro de 2009, pág. 180 e 181.

Brindando dezembro

Que a nossa semana
seja iluminada
e radiante.

Que a vida
seja abundante
de Prosperidade,
Harmonia
e Encantos.

Que raios de sol
projetem nossos desejos
tornando-os realidade.

E que em nenhum
momento
esqueçamos
de agradecer!






29 de novembro de 2009

Meu caminho

Esse é o caminho
Espalhei as rosas por ele
Preenchi o caminho
Com pétalas aveludadas
Pisarei e caminharei sobre elas
Sem espinhos
Sem dor

Lhe dou a mão
Vamos seguir por ele?
Encheremos de aroma
O campo e o caminho

Podemos seguir assim
Sem preocupação

Esse é o caminho
Foi assim que o projetei
Nada, nem ninguém
Mudará isso
Porque é assim
E esse é o meu desejo!



28 de novembro de 2009


(sor.te)

sf.

Força inexplicável a que se atribuem os acontecimentos e o seu desenrolar, esp. os que são difíceis ou impossíveis de compreender (acasos da sorte); DESTINO; FADO

O significado é simples e a relevância muito complexa.

Associa-se ao trevo de quatro folhas, porém sabemos que é uma espécie que se cultivada, sorte será achar um de três folhas no meio. Porque eu não conheço ninguém que tenha encontrado um de quatro folhas perdido sem os demais.

Para mim sorte está associada a um sentimento de alegria momentânea, a uma surpresa imediata diante de algo que lhe deixa feliz! Desde que não esteja mal-falando da sorte alheia com um certo ar de cobiça...

Sorte é olhar o céu - que nem precisa estar azul radiante, encher o peito com ar e lhe encher de alegria e agradecimento;

Sorte é acordar cedo e ir trabalhar, porque significa que você tem um trabalho e pode contar com um salário (cabe a você fazer disso uma realização);

Sorte é encontrar pessoas na vida e poder fazer alguma diferença na vida delas, ensinando algo bom, dividindo experiências e lhes mostrar que tudo depende da maneira como se encara - pode ser melhor e melhor!

Sorte é ver que nada é em vão, nada mesmo, pois tudo é aproveitado se souber como fazê-lo.

Sorte é nem pensar que ela existe e que tudo funciona e se encaixa conforme a sua vontade: basta acreditar!

Sorte é poder partilhar tempo, palavras e carinho...

Bom final de semana!

22 de novembro de 2009


Um trecho do texto de Clarissa Correa


"(...) Minha alma é péssima em matemática e às vezes se embanana com o português.
Na verdade, ela nada entende.
É tão pura e puta que só sente.
Minha alma trai o que minha boca mente.
É mais ou menos assim, um jogo de poder, cabo de guerra, luta corporal.
E cansa cansa cansa.

Olha, eu estou aqui pra pedir só um pouco, bem pouco de clareza.
Era pra ser libertador, não era.
Esse crescimento todo.
Libertador, encantador, renovador, ecoador, tumor, humor, torpor, calor, horror, ecoador, provador, dor, amor.
Um dia ainda faço uma poesia com essas palavras. Or, or. E termino ela com amor.
Aí mando pra você, com letra bonita, letra treinada durante meses em caderno de caligrafia.
Posso?
Jura que vai ler?
Por favor, leia. Em voz baixa, pra você, quieto, manso, terno.
Depois, se qualquer lágrima escorrer, deixa.
Ah, deixa, vai. Seja homem ao menos uma vez.
Deixa a poesia entrar em cada poro e te inundar.


Olha, eu estou escrevendo pra pedir com gana, com fúria, com verdade, com vingança, com uma cara bonita de saudade: não me esqueça.
Já passou, mas não esqueça.
Já morreu, mas não esqueça de lembrar.
Só pra provar que um dia a verdade cuspiu no meio da avenida.
E andamos para lados opostos(....)"


Anjo ou demônio?

Não era exatamente a foto que eu pensava em colocar aqui, para colorir esse texto, porém foi ela que apareceu...

Conhecemos muitas loiras que são pura maldade, assim como morenas que são um anjo de pessoa em bondade, caridade e afeição

Entretanto não sei quem determinou exatamente a relação entre o branco e o preto, o bem e o mal.
Talvez seja algo como luz x escuridão, daí já virou um paradigma - já estava determinado bem antes de nascermos e agora eu contesto!

Sou branquinha, sou loira e sou boa pessoa. Nem nos meus lampejos de mau humor posso me considerar má pessoa, nem de longe!

Mas isso não está na pele, não está na cor dos olhos ou do cabelo, está muito mais fundo, lá bem fundo, na índole!
Daí não há bronzeamento/ clareamento ou tintura de cabelo que mude.
Muda a casca, muda a aparência, mas vai continuar sendo a mesma pessoa.

Bondade, hipocrisia, caridade, mediocridade, benevolência, egoísmo... não tem cor, não tem cheiro ou odor. Não podem ser sentidos assim, não podem ser tocados também.
Mas quando eles aparecem, são em atos e atitudes e impregnam tudo a sua volta.

Espero que o perfume de Givenchy (Ange ou Dèmon) impregne com uma ótima fragância... sem deixar dúvidas...

Anjos ou demônios?

Tarde de domingo sem muito o que fazer... assisti o filme baseado no livro de Dan Brown que li há uns dois anos atrás, por sinal melhor que o anterior.

Ótima semana!

Um grande e afetuoso abraço!

14 de novembro de 2009



"Eu não sei
Eu não quero saber
Eu não quero sa
ber o que
se passa na sua cabe
ça
(...)




De olhos fechados
Eu não penso
Eu não fico pensando
Eu não fico pensando no que
se passa na sua cabeça (...)"

Titãs - De olhos fechados



Nem a dis
tância
Nem a ausência
Nada disso

A lembrança é viva
Permanente
E próxima




"(...) Saudade é isso que senti (e sinto)
enquanto estive escrevendo
e o que você deve (deveria)
provavelmente estar sentido
agora depois que acabou de ler.”

Martha Medeiros

Cansaço

Sabe uma semana de 7 dias com cara de 10 para algumas coisas (porque demora a chegar sábado)? E a mesma semana que parece que sumiram com uns dois dias, porque os prazos acabam e você ainda tem uma montanha de coisas a resolver?

Sabe o dia que parece que tem 52 horas e que alguém está pendurado no ponteiro para ele não andar? E outros dias que somem com umas 5 horas dele, porque você não conseguiu terminar tudo?

Sabe a noite que encurta, porque você mal deita e o despertador já toca?

Alguma semelhança com certas semanas na sua vida?

Essa foi a minha semana!

Estava tão cansada que deitei as 21h30 e só acordei no mesmo horário porque meu relógio interno não entendeu que hoje eu poderia acordar uma hora mais tarde! Mesmo assim eu ignorei e desfrutei desse tempo restante.

Estou cansada ainda... a semana foi pesada e a próxima, que não será diferente, deixo para pensar nela na segunda de manhã!

Acho que uma banheira cheia e uma boa massagem curariam um pouco do cansaço...

Na falta dela, vou aproveitar o chuveiro. E quanto a massagem... acho que vou dormir...

Bom final de semana com beijos a você!

9 de novembro de 2009

Ensine pelo exemplo

Esse é o slogan de um comercial da RTP.
Mas muito mais que uma idéia, a frase é uma grande verdade.
Ensinar pelo exemplo que você dá, de como você é.

É muito fácil falar, ensinar aquilo que você quer que o outro seja.
Dificil é ensinar, falar e você ser a prova verdadeira daquilo que ensina!
É como dizer: "Faça o que eu digo, não o que eu faço!".
Isso é prova de autoritarismo e incompetência pura!

O comercial é simples, bonito e passa uma linda mensagem de um pai que ensina o filho a fazer uma tarefa, que ele gosta e faz bem. Ele não ensina apenas, ele participa, ele mostra, tira as dúvidas e deixa que o filho faça. Gosta do que faz, faz por amor e é assim que ele ensina!

É tão simples, se você é honesto vai passar isso aos seus filhos.
Mas como cobrar honestidade deles se você é um péssimo exemplo?

E isso vale para tudo.
Seja você mesmo, seja uma boa pessoa, ensine bons princípios, seja amoroso e aí sim, você como exemplo pode ensinar e fazer disso o seu legado.

Não importa se o mundo é cruel e a sua volta a desonestida impera.
Não justifique seus erros apontando o erro de outros.
Assuma, desculpe-se, mas seja verdadeiro sempre, ainda que isso lhe custe uma bronca de um superior.

Não tome aquilo que não é seu, peça e se não lhe derem, não use de má fé.

Como disse em outro texto, não sou hipócrita!

Eu durmo tranquila.
Bons sonhos a você também!
Que seu travesseiro fofo, cheiroso e macio, seja seu conselheiro...



Beijos

8 de novembro de 2009

6 de novembro de 2009

Namaste

A palavra Namaste (pronuncia-se Namastê) é composta de duas palavras sânscritas: Nama (reverência, saudação) e Te, que significa você.

Em síntese é "saúdo a você, de coração" - ao que deve ser retribuído com o mesmo cumprimento.

Pelos meios esotéricos acabou ganhando o significado floreado de "O Deus que habita em mim saúda o Deus que há em você".

O gesto do Namaste consiste no simples ato de juntar as palmas das mãos ante o coração - ou mais precisamente o chakra do coração e, inclinar levemente a cabeça.

Metaforicamente, os cinco dedos da mão esquerda representam os cinco sentidos de karma, enquanto os da direita representam os cinco órgãos do conhecimento.
Significa então que mente e coração devem estar em harmonia, para que nosso pensar e agir estejam de acordo com o Dharma.

Também é um reconhecimento da dualidade que existe no mundo e sugere um esforço de nossa parte para trazer essas duas forças unidas em equilíbrio.

Contando os dedos, um total de dez é alcançado.

O número dez é símbolo da perfeição, da unidade, em todas as tradições antigas.

As dez Sephiroth na Árvore da Vida, os dez Mandamentos, o símbolo da criação no sistema de Pitágoras e o número do equilíbrio perfeito para os antigos Chineses.

Hipocrisia


hipocrisia
(grego hupokrisía, -as, desempenho de um papel)
s. f.
Fingimento de bondade de ideias ou de opiniões apreciáveis.
Devoção fingida.

Enfim, ser hipócrita é:
Concordar com idéias que de longe - de verdade, você aceita.
Ou seja ser hipócrita é enganar o outro demonstrando atitudes que não são as suas.

Mas porque ou a troco de que?
Não estamos em época ou país que pela própria segurança (uma questão de salvar a pele) seja necessário ser assim...

Ainda que na mídia por conta de algumas religiões a hipocrisia estampa a capa das revistas semanais mais vendidas no país...

Mas eu estou falando da hipocrisia diária, daqueles que convivem com você e agem hipocritamente por puro interesse. Penso até que além dos vampiros que sugam sua energia, deve existir uma legião de hipócritas que sugam mais que isso, hein?

Eu sou tão honesta quanto às minhas idéias, crenças e opiniões que não consigo entender, quem dirá aceitar esse tipo de coisa. E se por algum motivo não puder expressá-las, prefiro calar a ter que concordar ou chegar a uma discussão.

Prefiro mais uma conversa que tome outro rumo e que seja agradável sempre, deixar as impestuosidades para o que valer mais a pena!
Me desculpe o desabafo!

Ai como eu não gosto do calor... ele me deixa irritada, sem paciência e crítica demais!

Com certeza, eu não pertenço a esse lugar!

4 de novembro de 2009

Amor

Foto: sharkinho


Está ali em letras grandes
Contrastantes e derretidas
A tinta escorrendo
Foi assim escrita às pressas

Agrada a muitos que ali passam
Causa revolva em outros:
- Mais uma pixação!

Mas disse tudo o que queria
Ficou tão claro
Que parece que grita
Aos quatro ventos
E nem a chuva, nem o sol
Apagarão tão cedo

Tanto sentimento
Tanto carinho naquelas letras
Foi preciso muita coragem
E arriscar-se assim
Só para declarar
Esse amor na parede rosa

Amo-te igualmente!

2 de novembro de 2009

Minha mão sente falta da tua
Do calor da tua palma
De seguir teus dedos longos
Do contorno inteiro da tua mão

De olhar as tuas linhas
Cortando, vincando e deixando marcas
Cujos significados simbólicos
Nada me dizem

Tua aura (azul clarinha)
Contornando os teus dedos
Seguem agora assim
Tocando outra mão
(E a minha aqui sentindo falta da tua)

Minha mão não pode
Levar culpa alguma da distância
E hoje fica apenas na lembrança
Porque tua boca diz o que pensa
E teu coração - que não deve ficar no peito
Está cheio de algo que te leva para longe

Minha mão sente falta da tua
Meus olhos dos teus
Mas...
Teus pés te levaram para bem longe
Onde só a tua razão prevalece

Guardo tua lembrança no meu coração
E minha mão
Guardo-a no bolso
Para que ela não se perca
Sentindo falta da tua...





1 de novembro de 2009

desafio
s. m.
1. !Ato de desafiar.
2. Provocação.
3. Porfia.
4. Despique.
5. Jogo, peleja, partida.
6. Bras. Folguedo sertanejo em que se canta e dança ao desafio.

Não estou jogando, pelejando ou provocando, talvez esteja me desafiando apenas pelo ato.
A verdade é que me impus alguns desafios:

1º - Daqui a dois ou três meses eu divulgo o resultado, seja lá ele qual for...
2º - Esse é para colocar em prática lições aprendidas há cerca de um ano. Se disseram que tudo, mas tudo seria possível, porque eu não vou querer?

Já cantar ou dançar o desafio é coisa que eu não pretendo..

Mas eu tenho certeza que mesmo sem saber o que me levou a esses desafios, você torce por mim... Eu sei que no fundo, em algum lugar perdido aí dentro há um sentimento nobre que deseja que as pessoas que estima consigam conquistar tudo o que merecem.
Nesse caso, estou falando de TUDO.

Já no meu caso, só quero coisas boas e se me fizerem bem, pode apostar que saberei que desejou isso para e por mim!

Um abraço carinhoso

Te amarei para sempre


Te Amarei Para Sempre
"É a versão cinematográfica do romance A Mulher Do Viajante No Tempo, de Audrey Niffenegger. Títulos bem diferentes entre si, no caso. Resta dizer que a história tem muito mais a ver, claro, com o título da obra original do que com o que o filme recebeu no mercado brasileiro, mais uma tática publicitária para levar ao cinema espectadores que querem um romance daqueles bem açucarados, sobre amores que resistem ao tempo.
(...)
Sua abordagem não chega a ser focada no suspense que as viagens ao tempo do protagonista podem ocasionar, mas sim no romance entre ele e Clare, que passa sua vida nutrindo esse amor por Henry, superando qualquer tipo de carência ou ausência ocasionada pelas questões do amado. O filme, dirigido por Robert Schwentke (Plano de Vôo), já começa confuso. Nessa tentativa de desenvolver um romance de narrativa pouco convencional, com saltos para o futuro, passado e presente, o roteiro de Bruce Joel Rubin (Impacto Profundo) não faz muito além de confundir o espectador, que acaba ficando mais preocupado em tentar entender a história do que compreender esse amor tão impossível entre os protagonistas(...)". Angélica Bito

Bem, sabe sessão luluzinhas?
(Que só as amigas entendem...)
Aquela de segunda-feira chuvosa que você paga meia entrada?
Aquela que serve de desculpa para encarar um delicioso beirute pós sessão?

Pois é...

Filme de meninas, romance, com um quê de mistério quanto às viagens no tempo do mocinho.
Nada para entender, pois senão você não consegue curtir o filme.

Vale meia entrada....

Beijos inteiros!

Mudanças


Pois é... estou mudando o BLOG
(Óbviamente com a ajuda da amiga expert em templates, cupcakes e magias diversas: Livia Luzete)
Ainda levará algum tempo para a nova casa estar organizada, pois ao contrário de outros sites, ao mudar o "cenário" algumas coisas se perdem, sendo necessário reconfigurar, reinstalar, pormenores que exigem tempo e muita paciência!
Mas eu chego lá!

Bom final de semana, feriado e descanso (a quem é de direito!)

Beijo e abraço carinhoso!