27 de setembro de 2009

...


Estou assim...

22 de setembro de 2009

Primavera

(...)"Esta é uma primavera diferente, com as matas intactas, as árvores cobertas de folhas, — e só os poetas, entre os humanos, sabem que uma Deusa chega, coroada de flores, com vestidos bordados de flores, com os braços carregados de flores, e vem dançar neste mundo cálido, de incessante luz.

Mas é certo que a primavera chega. É certo que a vida não se esquece, e a terra maternalmente se enfeita para as festas da sua perpetuação.

Algum dia, talvez, nada mais vai ser assim. Algum dia, talvez, os homens terão a primavera que desejarem, no momento que quiserem, independentes deste ritmo, desta ordem, deste movimento do céu. E os pássaros serão outros, com outros cantos e outros hábitos, — e os ouvidos que por acaso os ouvirem não terão nada mais com tudo aquilo que, outrora se entendeu e amou.

Enquanto há primavera, esta primavera natural, prestemos atenção ao sussurro dos passarinhos novos, que dão beijinhos para o ar azul. Escutemos estas vozes que andam nas árvores, caminhemos por estas estradas que ainda conservam seus sentimentos antigos: lentamente estão sendo tecidos os manacás roxos e brancos; e a eufórbia se vai tornando pulquérrima, em cada coroa vermelha que desdobra. Os casulos brancos das gardênias ainda estão sendo enrolados em redor do perfume. E flores agrestes acordam com suas roupas de chita multicor.

Tudo isto para brilhar um instante, apenas, para ser lançado ao vento, — por fidelidade à obscura semente, ao que vem, na rotação da eternidade. Saudemos a primavera, dona da vida — e efêmera.
"
Texto extraído do livro "Cecília Meireles - Obra em Prosa - Volume 1", Editora Nova Fronteira - Rio de Janeiro, 1998, pág. 366.

12 de setembro de 2009

Bipolar


Está na moda rotular alterações de humor de uma pessoa como sendo bipolar.
Mas só quem conhece e convive com uma pessoa que sofre de
transtorno afetivo bipolar - anteriormente conhecido como psicose maníaco-depressiva, sabe o que é instabilidade.
Você sente-se pisando em território minado e proibido.
Primeiro é obrigado a sentir como está o clima e o momento.
Analisado isso pode respirar tranquilamente ou usar armadura.

Não é nada que você faça ou diga, simplesmente a pessoa passa de estado alegre e eufórico para depressivo ou maníaco.

Ou seja você só deve abrir a sua boca para elogiar após ter certeza que esse é o momento.
Criticar? Cobrar?
Conhece alguma tática de guerrilha?
Acho bom começar a ler sobre o assunto e matricular-se em um bom curso!

É difícil conviver com um ser assim e se por acaso houver uma escala hierárquica de papéis, você ainda está a mercê de um abuso de autoridade que podem lhe deixar em situação delicada.

O que causa?
Não foi ainda descoberta a origem, mas há uma similaridade de casos que começaram após situações traumáticas, mudanças repentinas, morte de pessoa próxima, etc.
Ou seja sempre existe um episódio que desencadeou a doença.
É uma doença sim!
E deve ser sinalizada, avaliada e tratada por médico psiquiatra que vai avaliar o caso e ministrar medicamentos de acordo com os sintomas apresentados.

Não sou médica, psiquiatra, não sou psicóloga, não trabalho com recursos humanos, não sou socióloga, historiadora, física, curandeira, benzedeira, muambeira, etc... mas aprendi da forma mais dura a reconhecer o transtorno bipolar: sentindo na pele todas as alterações que outra pessoa de seu convívio manifesta.

E como sou curiosa fui pesquisar e constatar que eu não estava errada: a pessoa é bipolar mesmo!
Difícil conviver, agradar e suportar.

Estou pensando em enviar uma carta anônima informando-lhe todos os sintomas e indicando profissionais na área, será que funciona?
Porque se der errado e ainda for descoberta não quero estar por perto, caso o intenção seja mal interpretada!

Alguém sabe onde encontro lítio incolor, inodoro, insípido?

Brincadeirinha.... isso só pode ser receitado pelo médico!

Será que não existe um tipo assim a sua volta? Desejo que não!

Obs.: Pessoas que tem alterações de humor não são necessariamente bipolares, há outros sintomas e fatores envolvidos, leia a matéria ou pesquise antes de mais nada!

Bom final de semana!
Beijos

Não desista

"Olha, eu sei que o barco tá furado e sei que você também
sabe, mas queria te dizer pra não parar de remar,
porque te ver remando me dá vontade
de não querer parar de remar também."
Caio Fernando Abreu


Cinza

* "Seria tão bom se pudéssemos nos relacionar sem que ninguém esperasse absolutamente nada, mas nós,
as pessoas, temos emoções. "
* Baseado em uma frase de Caio Fernando Abreu

Em uma conversa hoje com o caçula, sobre uma avalição proposta pela professora de desenho, verificamos que as pessoas tem diferentes opiniões sobre o que cada côr representa.

-Vermelho: sangue, paixão;
-Rosa: meiguice, carinho;
-Azul: alegria, luz;
-Preto: luto, algo pesado;
-Branco: paz, leveza;
-Verde: verdade, esperança....

Algumas respostas foram parecidas e outras totalmente diferentes, mas agora percebo que além da sensação que cada côr nos imprime, também há o nosso momento...
A côr pode ser leve, pode ser pesada, pode demonstrar um estado de espírito, pode ser a maneira de demonstrar-mos como sentimos sem necessariamente utilizar uma palavra sequer.

Eu, particularmente adoro usar preto, não para me esconder (dizem que pessoas com sobrepeso usam preto para emagrecer), não para externar um luto, nem qualquer outro estado de espírito negativo.
Assim como adoro e tenho várias camisetas e blusas brancas!

Sou simples e gosto de coisas assim, não quero e não preciso "aparecer" - nem gosto.

Mas hoje, agora, nesse momento uma côr que eu vestiria o corpo e a alma seria cinza...

Porque?
Porque é tão dificil às vezes... ???

...

7 de setembro de 2009

A lua na janela

Paisagem da Janela - Lô Borges cantada por Flávio Venturini

Da janela lateral
Do quarto de dormir (...)
Vejo uma grade, um velho sinal
Mensageiro natural
De coisas naturais (...)

Essa é a paisagem da minha janela, janela lateral
Ao lado do quarto de dormir
Ver a lua assim, me fez lembrar dessa música

Presente para mim e presente para quem mais a viu aí pelo céu nos últimos minutos.
Entre a persiana da janela, o vidro e a grade, o mensageiro natural veio me saudar.

Linda semana a todos nós!

Beijos

P.S.: A foto foi tirada propositalmente por mim desse jeito, através da janela...

6 de setembro de 2009

Alegria, alergia

Chocolate é bom para a saúde

"Coma chocolate Delicie-se com as descobertas científicas que revelam: o alimento protege o coração, ajuda a prevenir o diabete tipo 2, reforça as defesas do corpo e ainda auxilia no controle do apetite"-
por Fábio de Oliveira Revista Saúde é Vital, Editora Abril

Pois bem, chocolate é gostoso, promove bem estar, alegria, estimula o Timo, melhora a imunidade, diminui o risco de AVC, melhora o humor, etc - leia a reportagem e saiba que o melhor é o amargo pela alta concentração de cacau.

Mas...

E se você for alérgica a chocolate?
E se você for uma criança de 6 anos de idade que vê outras comerem e isso lhe for proibido?
E se você, pela pouca idade, não consegue entender porque algo tão cheiroso, gostoso não pode fazer parte da sua alimentação?

Basta um dia você sequer conseguir abrir os olhos, conseguir colocar os pés no chão, se mexer na cama porque seu corpo inteiro inchou que tudo isso fica muito nítido.
Esse maravilhoso mundo de côr marrom, cheiro de Páscoa, bolo de aniversário deixe de ser a sua alegria para ser o seu pior inimigo!

E assim deve ser o mundo branco do leite, das farinhas, dos açúcares e de outros alimentos para quem tem alergia a eles. Um mundo que lhe oferece perigo, coloca a sua vida em risco e ao mesmo tempo que proporciona prazer a outras crianças e/ou pessoas.

Mas a gente se adapta, acostuma, entende - na mais tenra idade, que a côr e o sabor da alegria é diferente para nós.
Crescemos, nos acostumamos a viver sem esses alimentos, mesmo que nosso organismo com o tempo adquira as defesas necessárias para combater as alergias - o que ocorre em poucos casos.

Daí o chocolate, agora podendo ser degustado em pequenas porções já deu lugar a outras coisas mais gostosas e prazeirosas.

Quer um téco?

Bom final de semana!

5 de setembro de 2009

Dormir ZZzzzzZZZZzzzz

Sabe aquelas pessoas que a-d-o-r-a-m dormir?
Que poderiam passar dias e noites na cama?
Aquelas pessoas que em dia de folga chegam a dormir até 12 horas seguidas, para depois ir ao banheiro e continuar por mais umas horas de sono?
Ou aquelas que dormem uma horinha em qualquer lugar que se sentam?
Não sou eu!
Gostaria que meu corpo sempre estivesse satisfeito com no máximo umas 4 horas de sono.
Mas ele exige mais que isso.
Porém, nem pensar passar mais que 8 horas na cama!
Fico dolorida, mau humorada, indisposta e cansada... muito cansada!

Aprendi uma técnica - que meu cérebro ainda não entendeu - para treinar o cérebro a acreditar e aceitar que poucas horas de sono são suficientes para o descanso, que uma hora bem descansada pode equivaler a muitas horas de sono.
Falta treino, falta acreditar que posso descansar com pouco.

Dizem que com o passar dos anos, com o avanço da idade o sono diminui.
Espero chegar lá bem disposta e aproveitar ao máximo esse tempo!

Bem, mas você que adora dormir h-o-r-a-s, sinto lhe dizer que vai passar 2/3 ou mais da sua vida dormindo e eu quero é mais!

Beijocas (sem marca de baba no travesseiro)!

3 de setembro de 2009

Porque escrevo

Às vezes ainda me pergunto porque me arrisco, me exponho, coloco para fora certas coisas.
Sempre acreditei ser mais fácil escrever que dizer - já melhorei muito com relação a isso!
Mas com o tempo descobri quão difícil é o outro entender exatamente o sentido das suas palavras...
Como elas são mal interpretadas, como são ausentes de entonação e sentimento, causando muitos mal entendidos.

Continuo escrevendo - aqui sem a preocupação de interpretação, mas já vi que no msn ou em e-mail a vida ainda se complica para mim.

Lembro e uso sempre o exemplo de uma situação que vivi:

Estava conversando com uma pessoa que conhecia e, ele que acabara de chegar do trabalho, me pediu uns minutos para colocar uma roupa na máquina de lavar.
Eu informei que permaneceria ainda no msn, que voltasse quando tivesse terminado.
Voltou muito tempo depois e desculpou-se pela demora, pois aproveitou para fazer outra atividade até o término do ciclo da máquina.
Prontamente respondi: "Sem problemas".
Levei uma saraivada de insultos, de broncas, pedradas e tiros que nem tive tempo de entender!
Eu apenas disse que "não era problema algum a demora!"
Até hoje me pergunto se ele entendeu que eu estava dizendo: "Não me venha com seus problemas!"

Mas isso não me traumatizou de forma alguma, apenas reforçou que as palavras quando mal interpretadas acabam virando contra você.

Sou a favor da conversa olho-no-olho, das mensagens corporais, da entonação, da presença, quando a situação é conversar com outra pessoa.

Só que aqui eu escrevo, porque tenho necessidade de dizer, de esvaziar, de extravasar e de soltar esse verbo.
Aqui é a minha liberdade de expressão!

Quem quiser e tiver vontade que leia e se não conseguir interpretar ou compreender, me pergunte!
Estou aqui para lhe dizer, contradizer e explicar...

E se quiser ainda sobra abraço e beijo...
Linda semana!

P.S.: Naquele caso citado acima, nunca mais falei com a pessoa, pois não atendeu minha ligação, me excluiu do msn e nem respondeu meu e-mail.
O que perdi? Um livro e um DVD que estavam emprestados!
O que perdeu? Eu, como amiga!

2 de setembro de 2009

O quadro


Tenho uma facilidade de lembrar sempre do último sonho ao acordar.
(Os demais vêm em flash ao longo do dia).
Não faço esforço em lembrá-los logo cedo, pois gosto da sensação que o último deixa pelos minutos seguintes focados em levantar, escovar os dentes e tomar banho.

Recentemente tive várias palestras e essa semana um treinamento (todos na empresa) sendo o último sobre organização.
(O RH atualizou nosso mural falando das palestras e colocando fotos.)
Acredito que meu sonho tenha sido um misto disso tudo.

Na verdade teria sido uma aula/ palestra em que montávamos um quadro, desses tipo quadro de avisos, mas de material rústico, como se fosse feito de reciclados.

Nele podíamos inserir várias imagens, paisagens, figuras... lembro que as minhas tinham uma moldura de madeira parecendo casca de galhos.

No espaço deixado no canto inferior direito, foi nos pedido para utilizar uma folha e nela escrever algo bem pessoal para fazer parte desse quadro/mural.

Procurei uma folha meio escura, feita de papel reciclado (tenho um bloquinho assim na minha gaveta) e nela escrevi frases, quase um poema falando sobre sentimentos, recheados de boas vibrações, terminando com uma mensagem de paz.
Ao acordar lembrei de cada frase, porém perdi (mais uma vez) a oportunidade de escrevê-las para não se perderem ao longo do dia.

Não estou preocupada com Freud, Jung ou com análise psicológica dos meus sonhos, gosto desse misto que tem um pouco de cada coisa dos meus dias, onde tenho boas sensações: estar perto de pessoas e de situações que me foram agradáveis.

E a melhor delas foi ter por perto o mestre que nos pedia para montar o trabalho, trago-o no coração!

Beijos a todos e ótima semana!

Vou tentar lembrar de anotar os sonhos... a essa hora já nem lembro mais as palavras... snif

1 de setembro de 2009

Prosperidade

Há pouco tempo minha amiga (bruxa, feiticeira das goluseimas, mágica na cozinha e etc) me ensinou que a canela - a especiaria comumente conhecida como Canela da China, além de perfumar e dar sabor a muitos pratos, tem outras propriedades mágicas.

A cada início de mês - no dia 01, é dia de
magia, dia de usar a canela de forma auspiciosa (muito em moda essa palavra).
De que forma?

Basta colocar um punhado de canela em pó na palma da mão e na porta de entrada da casa soprar a canela desejando que a
prosperidade entre porta a dentro!
As palavras que são faladas, o sentimento, a energia concentrada nesse momento são por sua conta!

Gosto de imaginar que junto com a
prosperidade vem outras coisas boas, de mãos dadas.
Deixo o vento espalhar a canela porta a dentro e o delicioso aroma invadir o ar!

Faço sempre que lembro e na minha geladeira um
lembrete é colocado para não passar a data.
Não tem hora certa pode ser de manhã, tarde ou noite.

Que a
prosperidade entre porta a dentro no dia 1º e espero ansiosa até o próximo mês, porque o aroma da canela deixa uma saudade no ar...

Tente!

Um lindo e próspero mês a todos nós!