15 de abril de 2009

Tristeza


A tristeza não é um estado permanente, mas às vezes ela surge, teimosa e triunfante...
É como se a umidade do tempo (chove) lhe afetasse.
Como se lhe atingisse em cheio, qual poça que voa sobre você quando um veículo passa em alta velocidade.
Tão subita e inesperadamente lhe acerta.
Molha não só o corpo, mas a alma toda!
Tenta se apossar de você, ganhar espaço, instalar-se.
Não é sem motivo, nao surge do nada, algo (que só você sabe) a motiva.

Pode ser uma voz que se escuta.
Uma música.
Uma imagem, uma foto ou uma lembrança.
Pode ser um nome ou uma palavra lida.
Pode ser uma saudade de alguma coisa (leia-se pessoa) mal resolvida.
Ou tudo isso junto.
O fato é que ela aparece e daí voce precisa de muito mais que um chocolate para lhe consolar.
É assim: de repente, subitamente a sua alegria constante desaparece e sobra um oco, um vazio e ela se instala.

Ah! Tristeza, o que você quer para desaparecer?
Te dou minha barra de Suflair® inteirinha (estava guardando) e você some?
É uma boa proposta!
Aceita e xispa daqui!

Parece que o trabalho será maior do eu esperava...

Algum colo disponível?

4 comentários:

Anônimo disse...

Menina linda
O que fizeram a voce? Me diga quem foi que eu dou um jeito.
Nao fica triste, seu olhar eh muito lindo para ficar assim.
Voce ainda da chocolate para ir embora?
Vem aqui que eu te coloco no colo te faço carinho e cuido de voce
Manda a tristeza embora quero te ver sorrindo.
Menina deixa eu cuidar de voce
Beijos no seu coraçao

ઇ‍ઉ mell® ઇ‍ઉ disse...

Ta passando... já, já passa...
Não demora muito.
Cadê o colo?
Como vou ganhar colo anônimo?

Obrigada!

V disse...

Os ventos que as vezes tiram
algo que amamos, são os
mesmos que trazem algo que
aprendemos a amar...
Por isso não devemos chorar
pelo que nos foi tirado e sim,
aprender a amar o que nos foi
dado.Pois tudo aquilo que é
realmente nosso, nunca se vai
para sempre...

Adriana Carvalho disse...

Eu também sofro...
Como dizia Rubem Alves, "sofro de beleza". A beleza me faz chorar!
E a vida é assim. Imagine se não houvesse tristeza, algo para se ter saudades, nostalgia, sentimento de sermos pequenininhas quando olhamos a lua?
No mínimo, não haveria poetas!
E como saberíamos que estamos felizes se não soubéssemos o que é a tristeza?
Precisamos apenas aprender a curtir isso e deixar passar, como tudo o mais na vida.
Eu aproveito e devoro alguns bombons que gosto muito e que ao contrário do que dizem, não me engorda.
Bjim