10 de abril de 2009

Vento, ventania e sino

Hoje é sexta-feira (santa) feriado para estudantes e a maioria dos trabalhadores.
Entretanto muitas pessoas trabalham pelos mais diversos motivos, seja no comércio, área turística, prestação de serviços, saúde etc.

Amanheceu um dia lindo e maravilhoso!
Céu azul, sem nuvens, quente e com muito vento!
Daquele que você olha para o céu e tenta imaginar de onde vem, já que não existem nuvens...

Os coqueiros, as árvores, os cabelos esvoaçando e o sino dos ventos, não deixam dúvidas que ele está forte.
Resultado?
Um mar crespo, cheio de marolas, areia nos olhos e nuvens que surgiram!

É, já mudou o tempo!
O céu começou a ficar cinza, cheio de nuvens pesadas e o mar escuro...
Triste para quem está indo para a praia, quem tem esses dias de descanso para aproveitar...

Eu?
Adoro tudo isso!
A natureza está em movimento!

Já o sino dos ventos (ou mensageiro dos ventos), além de um objeto de decoração, de formato, tamanho e cores variáveis só pode tocar sua melodia se estiver ventando (óbvio).
Por isso adoro o vento, o movimento, todas as ações (moderadas) da natureza.

Tudo que coloca em movimento a vida deve ser aproveitado, admirado e servir de inspiração para algo na vida.

E o cheiro da maresia que o vento traz?
Me diz em que outro lugar se encontra isso?
Só em litoral mesmo!

Eu mesma não sei nadar (hum... trauma de criança), mas não consigo ficar muito tempo longe do mar, sem ver a praia...


Ah! Vento, ventania... enche de melodia meus ouvidos quando passa por aqui e entoa o mensageiro das ventos...

Obrigada natureza por essa oportunidade!

Boa sexta!

3 comentários:

Biah disse...

"Lágrimas desciam pela face de Nietzsche e ele as secava com um lenço."

Siiiiiiiiiiiim, ele finalmente chorou!!!!!!

E que os sinos dos ventos tragam bons ares para gente!!!!!

beijossss

Chá das 5 a meia-noite disse...

E o cheiro da maresia da baixada santista tem um cheiro característico! Se envasassem eu usaria como desodorante de ambiente!

Adriana Carvalho disse...

Que lindo!
E adorei o mensageiro de conchinhas.